spot_img

Correios de Cajamar está lotado de doações paradas para o RS

O Centro de Distribuição dos Correios, em Cajamar, está “entupido”, por conta de centenas de milhares de doações aos afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

O Jornal Mais Brasília, denunciou o caso. Segundo a fonte, as doações paradas em Cajamar, e também no C.D. de Indaiatuba, quantidade suficiente para carregar aproximadamente 1.200 carretas lotadas.

Ao Jornal, um dos funcionários dos Correios denuncia: “Se não tem condições de guardar, por que continuar essa campanha de doações”? Também há uma enorme quantidade de doações paradas no terminal do Aeroporto de Guarulhos.

Para acessar a matéria completa sobre o caso, clique AQUI.

NOTA DOS CORREIOS EM RELAÇÃO À DENÚNCIA

Em nota, os Correios afirmam que: “Não procede a informação de que os Centros de Distribuição dos Correios em Cajamar e Indaiatuba estejam “entupidos”. A operação  nas unidades segue normal, tanto a operação postal como a de tratamento de donativos destinados ao RS.

Os Correios estão realizando, hoje, a gestão logística de 22 mil toneladas de donativos em todo o país. A carga fica armazenada nos centros da empresa e é liberada para o RS conforme a orientação da Defesa Civil, com base na necessidade do estado. Os Correios já receberam mais de 30 mil toneladas de doações para as vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. Desse total, mais de 8 mil toneladas já foram entregues para a Defesa Civil do estado. Esta já é a maior operação logística do Brasil”.