spot_img

Pastor de Cajamar, foragido por estupro de criança, é preso em Peruíbe

A polícia de Peruíbe, no litoral sul do Estado, prendeu na última segunda-feira (5), um pastor de 39 anos, ex-morador de Cajamar. Ele estava foragido desde o dia 6 de maio de 2022, quando desapareceu após a família descobrir que ele estuprava a sobrinha, desde os oito (8) anos.

A prisão do homem ocorreu após informações de inteligência apontar que ele estaria próximo do cemitério da cidade. A prisão foi feita por agentes da Delegacia de Defesa da Mulher.

Há um mandado da Justiça de prisão preventiva desde agosto de 2022. O pastor estaria se escondendo no litoral, desde então.

Segundo dados do Boletim de Ocorrência, a mãe da criança descobriu o abuso após a menina ter conversado com colegas na escola, sobre abuso sexual. A professora conversou com a menina, quando foi descoberto que o tio praticava sexo com ela desde os oito (8) anos. Segundo o Boletim, o tio dizia que só deixaria ela jogar videogame, mediante ato sexual.

O caso agora está com a Justiça e a Polícia de Cajamar, que, com a prisão do homem, dará sequência no processo.