spot_img

Emissoras começam a desligar sinal nas parabólicas analógicas

O fim de uma era está se aproximando no Brasil. O fim das transmissões de TV analógica pelas parabólicas já tem data para ocorrer nas maiores emissoras do país.

Além do sinal 5G, que interferem na transmissão analógica das parabólicas, agora o “xeque-mate” será a saída das principais emissoras, que desligarão o sinal emitidos no satélite analógico, usado nas parabólicas.

O DESLIGAMENTO

Não há uma data para o “desligamento geral” de todas as emissoras, na parabólica. O que está ocorrendo, é o desligamento do sinal por parte das emissoras. As principais já definiram as datas do desligamento. Sendo:

  • Band – 30/07
  • RedeTV – 30/07
  • SBT – 30-08
  • Globo – 30/08
  • Record – (Já desligou o sinal em março)

O INÍCIO DAS TRANSMISSÕES NA PARABÓLICA

As primeiras antenas parabólicas começaram em 1975, nos Estados Unidos, e rapidamente chegaram ao Brasil. O tamanho de uma parabólica poderia chegar a mais de três metros, se destacando nos telhados das residências, especialmente entre os anos 1980 até 2006.

A partir de 2007, com início das transmissões digitais terrestres no Brasil, gradualmente a parabólica ficou obsoleta, sendo comuns apenas nas áreas rurais, longe dos centros urbanos.

Migração

Quem quiser continuar assistindo à TV aberta por meio do satélite, deve correr para comprar um kit digital. Para famílias de baixa renda e cadastradas no Bolsa Família, o Governo Federal destina kit gratuito. Para saber mais, acesse o site do Seja Digital, clicando AQUI.