Nessa manhã de sábado (21), o Governador do Estado de São Paulo em um pronunciamento confirmou mais seis (6) mortes pelo coronavírus na Capital, contabilizando assim um total de 15 pessoas que vieram a óbito por causa da doença, uma das vítimas era uma médica generalista com idade de 52 anos que se encontrava internada.

Até o momento são 396 casos confirmados. E como medida preventiva o Governado João Doria (PSDB), decretou “quarentena” por 15 dias, que começa valer a partir da próxima terça-feira (24), até o dia sete (7) de abril, para todo o Estado de São Paulo, podendo esse prazo ser estendido a qualquer momento.

José Henrique Germann, secretário da Saúde se pronunciou dizendo: “Dos 15 óbitos, nós tivemos todos na capital, sendo que seis confirmados de ontem para hoje. Do total, 14 em hospitais privados e um em público. Esses novos óbitos são 4 mulheres, de 89 anos, 76, 89 e 73. E dois homens: um de 90 anos e outro de 49 anos. Sendo que esse de 49 anos era portador de tuberculose, que é uma doença, uma comorbidade muito importante nessa situação”.

De todos os casos confirmados 34 se encontram em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), em tratamento severo, ao todo são 9 mil casos suspeitos.