spot_img

Jovem que tirou a vida no Mercado Livre era funcionário dedicado

O jovem Luís Felipe (foto), era um funcionário dedicado no Mercado Livre, em Cajamar, antes de ser demitido e depois, tirar a própria vida. O caso ocorreu na tarde da última segunda-feira (19) (LEIA A MATÉRIA COM DETALHES POLÍCIAS).

O Destaque Regional teve acesso a um áudio de uma testemunha que trabalhava com Luís e assistiu como tudo aconteceu. Segundo a testemunha, Luís era um funcionário exemplar e fazia de tudo para que seu trabalho fosse realizado com excelência.

No áudio, a testemunha disse que uma turma foi chamada para a sala do RH, onde, um por um, foi chamado para conversar em particular com o supervisor T.. Quando chegou a vez de Luis, o mesmo teria sido comunicado sobre seu desligamento.

Após receber a comunicação, Luís teria começado a gritar – “Não é possível, aqui é minha vida, vocês não podem me desligar assim…” – Uma funcionária grita “segura ele..”. Neste momento, Luís teria aberto a porta que dá acesso às escadas e se jogado do primeiro andar, onde estava.

Luís era feliz no Mercado Livre

Luís fazia questão de mostrar sua felicidade com o seu trabalho no Mercado Livre. Em uma publicação nas redes sociais (foto), no dia 2 de agosto de 2023, ele disse “O Mercado Livre é a maior e melhor oportunidade profissional da minha vida, e eu posso provar.. No meu primeiro mês fui destaque em horas efetivas..” – finaliza.

Indignação geral

O caso chocou Cajamar e região, causando indignação na população. Nas redes sociais, mais de mil comentários foram escritos, entre eles, dezenas de funcionários e ex-funcionários, reclamando da pressão psicológica e das péssimas condições de trabalho nos centros de distribuições do Mercado Livre (LEIA OS COMENTÁRIOS).

Nota do Mercado Livre

Às 16h de terça-feira (20), o Mercado Livre emitiu uma nota sobre o ocorrido.

“Com profundo pesar, o Mercado Livre lamenta o falecimento, na tarde da última segunda-feira (19), de um funcionário terceiro que prestava serviço em um dos seus centros de distribuição em Cajamar, no estado de São Paulo. Ele atentou contra a própria vida dentro da operação, tendo sido imediatamente socorrido pela equipe médica do local, dentro das normas de segurança, e encaminhado de ambulância com vida ao atendimento mais próximo, onde foi atendido, mas infelizmente não resistiu.

O Mercado Livre mantém contato próximo com a empresa terceira, Randstad, que acompanha atentamente o caso e está dando total suporte aos familiares.

Em respeito e solidariedade à família e aos protocolos com as autoridades locais, não serão fornecidos mais detalhes sobre o assunto fora das investigações em curso” – finaliza a nota.